Compartilhe isso:

quarta-feira, outubro 13, 2021

Projeto “Nota fiscal da saúde” que poderá beneficiar pacientes do SUS é vetado pelo prefeito; O projeto é de autoria da vereadora Marta Godinho e Márcio Canto.

Nesta quarta (13) o poder executivo protocolou o veto total do do projeto de lei de autoria dos vereadores Marta Godinho e Márcio, chamado de Nota Fiscal da Saúde.

 

O objetivo é possibilitar o acesso imediato e garantido à integralidade do tratamento prescrito pelos profissionais de saúde ou a garantia de que será restituído, na forma de créditos, do valor gasto para a realização do tratamento, por conta própria, na rede particular, ou seja, se o paciente comprar remédio na rede particular que deveria  ser doado pelo SUS terá o direito de pedir, ao poder executivo, o ressarcimento ao do valor gasto.


Vários vereadores se manifestaram contra o veto e lamentaram a falta de prioridade do executivo com a saúde pública. 


O veto ainda será lido na sessão e analisado pelos vereadores que pela maioria poderão quebrar o veto para que o povo seja beneficiado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEUS COMENTÁRIOS